sexta-feira, 24 de maio de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

Atriz indica lugares históricos para conhecer na Cidade do México

A atriz e influenciadora Fernanda Schneider, de 21 anos, está em viagem ao México, onde aproveitou para conhecer mais sobre a cultura e lugares históricos do país, como as pirâmides de Teotihuacán, próximas à Cidade do México.

Conhecida também como a “Cidade dos Deuses”, ou “Lugar Onde Alguém se Torna Deus”, visitar as pirâmides é um passeio quase indispensável para que vai visitar a região. Especula-se que a cidade de Teotihuacán tenha sido povoada por volta de 100 A.C. e abandonada por volta de 800 D.C. O motivo que levou ao seu completo abandono é um mistério, mas pesquisadores acreditam que tenha sido em decorrência de crises climáticas.

“Eu amo visitar locais históricos! Para mim, museus e pontos turísticos com um passado interessante sempre são meus lugares favoritos. Acho incrível ver como as culturas são diferentes”, diz Fefe, como é conhecida entre os fãs, ao iG Turismo.

Pirâmides do Sol e da Lua

As principais atrações de Teotihuacán são as suas pirâmides construídas para adorar ao Sol e à Lua. Segundo a lenda local, as duas pirâmides traziam um equilíbrio ao povo, já que a pirâmide da Lua sugava a energia das pessoas, enquanto a do Sol era responsável em recompor. 

Fernanda conta que se surpreendeu ao visitar a piramide lunar. “Essa pirâmide tem 45 metros de altura e, quando os arqueólogos foram até lá, encontraram uma estátua chamada Deusa da Agricultura, da época tolteca primitiva. Segundo a lenda, ela retira a energia das pessoas. É muito lindo ver as construções de 100 anos antes de Cristo!”

Conhecendo a história

Para Fernanda, a melhor parte é realmente conhecer a história, e destaca que seus locais favoritos são o museu Palácio de Bellas Artes e a praça El Zocalo, ambos localizados na capital mexicana.

Visitando museus e pontos históricos é possível conhecer detalhes e curiosidades sobre o país. Entre as suas preferidas, ela destaca a história de como a bandeira do país foi criada. “Segundo a lenda local, a imagem presente na bandeira (uma águia devorando uma serpente) foi vista em uma ilha no lago de Texcoco, no Vale do México, em 1325. Também aprendi um pouco sobre a fauna e flora mexicanas. Tem muita coisa legal para descobrir!”, acrescenta.

Fundado em 1934, o Palácio Bellas Artes foi o primeiro espaço dedicado à arte em todo o país, sendo considerado até hoje um dos edifícios mais exuberantes de toda a Cidade do México, graças às suas belas fachadas e jardins.

Além do museu, com exposições de pinturas, esculturas e fotografias, o Palácio conta com uma variada agenda de espetáculos de teatro, dança e orquestras.

Já a praça El Zocalo, ou Plaza de la Constitución, está localizada no Centro Histórico da Cidade do México. É a principal praça de toda a cidade, com capacidade para cerca de 100 mil pessoas. A praça foi erguida pelos antigos colonizadores espanhóis, para encobrir o local onde anteriormente estava o centro politico e econômico da antiga cidade de Tenochtitlán.

O local abriga o Palácio Nacional, sede do governo mexicano, a Catedral Metropolitana de La Ciudad de México e o histórico Palácio del Ayuntamiento. Mas não é só de história que a praça El Zocalo é feita. Por lá também estão localizados diversos restaurantes que oferecem pratos da culinária tradicional.

A influenciadora conta que, além das pirâmides e dos museus, o que mais a deixou encantada foi a culinária mexicana. “Tacos e quesadillas têm meu coração”, confessa. Entre os seus restaurantes favoritos ela indica o KYU e o Sonora Grill.

“São os meus favoritos! No KYU eu provei um roasted cauliflower delicioso, e o Sonora Grill tem cortes de carne e acompanhamentos muito bons”, recomenda Fernanda.

O que evitar ao viajar para o México

Fernanda é direta e destaca “manga comprida” entre os itens que podem ficar de fora da bagagem. “Faz muito calor e eles não tem costume de ligar o ar condicionado nos carros, nos shoppings, nem no aeroporto! Então, é melhor ir o mais fresco possível!”

É preciso alugar um carro?

Para quem deseja ter mais liberdade, alugar um veículo é sempre uma boa alternativa. No entanto, Fernanda destaca que é possível ser muito bem atendida com táxi e carros por aplicativo. “Não senti necessidade de alugar um carro”, afirma.

Conheça o iG Cruzeiros
, novo serviço para compra de pacotes de viagens.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas