sexta-feira, 12 de abril de 2024
Campo Grande
24°C

Rádio SOUCG

Teste de tela | Redmi Note 13 5G tem display AMOLED fluido

Felipe Junqueira

Teste de tela | Redmi Note 13 5G tem display AMOLED fluido

O Redmi Note
13 5G é um intermediário mais básico da Xiaomi
. Mas isso não significa que o modelo traga tela de baixa qualidade ou com grandes cortes de custos. Canaltech analisa o display do smartphpone a seguir.

[oferta_zoom]

Como é a tela do Redmi Note 13 5G?

A tela AMOLED de 6,67 polegadas do Redmi
Note 13 5G tem resolução Full HD e taxa de atualização de 120 Hz. Além disso, seu brilho máximo é de 1.000 nits, que equivale à luz de mil velas. Até aqui, assemelha-se a modelos de custo mais alto, como o Galaxy A55
. Ainda tem proteção Corning Gorilla Glass 5, que protege de riscos.


Siga o Canaltech no Twitter
e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.

Mas as semelhanças acabam por aí. Nada de suporte a HDR10, que entrega contraste melhorado em conteúdos preparados. Ainda assim, a tela do Redmi Note 13 5G é excelente para sua faixa de preço. Ela oferece preto profundo, cores vívidas e fluidez bacana em conteúdos com suporte a mais de 60 quadros por segundo.

Com a resolução Full HD, o aparelho tem cerca de 395 ppi de densidade, uma média boa de pixels por polegada. Com isso, ele oferece boa nitidez, e não precisa de mais do que isso, considerando seu tamanho de display e proposta como celular intermediário mais acessível. Ainda assim, está em linha com modelos mais avançados.

O brilho máximo de 1.000 nits só pode ser alcançado no modo de brilho automático. Se você quiser manter o modo manual, só vai conseguir cerca de 500 nits, ou seja, metade. Isso pode resultar em conteúdo difícil de visualizar em ambientes externos.

Eu, pessoalmente, prefiro deixar o celular sempre no brilho automático, e baixo um pouco sempre que acho necessário. Você pode deixar no automático e aumentar ligeiramente quando quiser. Já que vai sempre mexer no modo manual, ao menos assim terá como vantagem brilhos mais altos.

Leia a matéria no Canaltech
.

Trending no Canaltech:



Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas