sábado, 18 de maio de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

Spotify é notificado por usar conteúdo não licenciado

Ricardo Syozi

Spotify é notificado por usar conteúdo não licenciado

O Spotify
é uma plataforma de streaming
de áudio bastante popular e utilizada em diversos países, inclusive o Brasil. Porém, nem todo mundo está feliz com a marca — é o que indica uma notificação da Associação Nacional de Editores de Música (NMPA) dos Estados Unidos, que acusa a empresa de usar conteúdo protegido por direitos autorais de seus membros sem licenciamento apropriado.

Cessar e desistir

O NMPA é uma associação comercial que representa editores e compositores musicais dos EUA e destaca na ação que, embora o Spotify tenha os direitos de execução pública, o uso de letras e músicas em vídeos e podcasts exige direitos que devem ser negociados diretamente com os detentores.

Assim, a notificação foi enviada na quarta-feira (15) e tem como objetivo o “cessar e desistir”, que pede ao Spotify parar de hospedar obras musicais não licenciadas em letras, vídeos e podcasts.


Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube
, todo dia tem vídeo novo para você!

Dessa maneira, o serviço de streaming de áudio precisaria remover o conteúdo não licenciado da plataforma, pois, caso contrário, teria que encarar questões de “responsabilidade de direitos autorais” pelo uso contínuo. Isso quer dizer pagar multas ou acatar decisões definidas pela lei e pelos advogados dos detentores das obras.

Spotify continua crescendo

Vale lembrar que o processo envolve apenas o Spotify nos Estados Unidos e não necessariamente afeta o Brasil. A plataforma tem apresentado um crescimento exponencial nos últimos anos e bateu recorde de novos assinantes e usuários em 2023
.

Segundo o relatório fiscal da companhia, o streaming encerrou o ano passado com 602 milhões de usuários ativos por mês.

Leia a matéria no Canaltech
.

Trending no Canaltech:

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas