quinta-feira, 23 de maio de 2024
Campo Grande
28°C

Rádio SOUCG

Roger Corman, cineasta americano “rei dos filmes B”, morre aos 98 anos

Léo Müller

Roger Corman, cineasta americano “rei dos filmes B”, morre aos 98 anos

O cineasta norte-americano Roger Corman faleceu no último sábado(11), segundo comunicado da família. Corman ajudou a trazer para as telas centenas de filmes de baixo orçamento e revelou nomes como Francis Coppola, James Cameron
e Martin Scorsese. Conhecido como “rei dos filmes B”, Corman morreu em casa, aos 98 anos, cercado pela esposa e suas filhas.

Apesar do baixo orçamento de praticamente todas as produções, Corman é lembrado por vários filmes que marcaram o cinema dos EUA. Os Cinco de Chicago, Um Balde de Sangue
e Escorpião Negro
. Ele ganhou um Oscar em 2009 e dizia que “o cinema é a única forma de arte verdadeiramente moderna”.

Veterano de Hollywood, Corman deixou a cadeira de diretor regular já nos anos 1960, mas chegou a dirigir algumas obras posteriormente, como Frankenstein – Terror das Trevas
, de 1990. “Seus filmes foram revolucionários e iconoclássicos, tendo capturado o espírito de uma época”, disse a família de Corman em seu comunicado à imprensa.


Podcast Porta 101
: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.

Corman dirigiu e produziu mais de 30 filmes de baixíssimo orçamento nos anos 1960, mas seu primeiro sucesso de crítica foi Dominados Pelo Ódio (Machine-Gun Kelly)
de 1958, que o alavancou a produzir e dirigir filmes mais caros, como O Solar Maldito
, de 1960.

Mesmo após deixar de dirigir filmes, Corman se orgulhava de dizer que, apesar de apostar quase que exclusivamente em filmes B, suas empreitadas em Hollywood sempre foram lucrativas, ao contrário de muitos grandes estúdios. Cinema, para ele, era um uma concessão entre arte e negócios.

Leia a matéria no Canaltech
.

Trending no Canaltech:

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas