sexta-feira, 21 de junho de 2024
Campo Grande
22°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Modo ladrão: Brasil será o 1º país a ter recurso antirroubo do Android

Reprodução/Shutterstocl

‘Modo ladrão’ de celulares android fará sua estreia no Brasil

A Google lançou oficialmente, nesta terça-feira (11), o “modo ladrão”, novo recurso antirroubo no Android
. E o primeiro país a receber a novidade será o Brasil, que será o “laboratório” de testes da gigante a partir de julho.

O “modo ladrão” foi uma alternativa encontrada pela empresa para combater roubos de dispositivos. Com a novidade, o sistema será capaz de identificar que alguém arrancou o telefone da mão do usuário abruptamente e, com isso, a tela do celular será bloqueada. O acesso só é liberado com a senha.

Com a nova tecnologia, a mensagem: “Possível roubo detectado: este dispositivo foi bloqueado automaticamente para proteger seus dados” é exibida logo após o bloqueio.

Essa identificação da ação de roubo será feita pelo próprio aparelho a partir de um sistema que combina a inteligência artificial e o acelerômetro, sensor que mede a vibração e aceleração do aparelho.

Outro recurso anunciado é o bloqueio rápido remoto, que vai facilitar a trava do dispositivo, e o bloqueio de celular off-line, que vai bloquear a tela do aparelho ao identificar comportamentos incomuns dos usuários.

As funcionalidades vão estar disponíveis para usuários com Android 10 ou versões mais recentes. A empresa também disponibilizou um link para que usuários interessados possam se inscrever e receber as informações das novas ferramentas.

O lançamento do recurso no Brasil foi confirmado no Google For Brasil 2024, em São Paulo. Este é o evento anual da big tech para apresentar suas novidades para o mercado brasileiro.

Necessidade do mercado

Uma das principais necessidades do mercado está relacionada aos furtos e aos roubos, segundo a empresa. Em coletiva de imprensa, representantes do Google contaram que várias lideranças do Android vieram ao Brasil em setembro de 2023 para entender ‘o processo’ dos criminosos que furtam os dispositivos.

Na época, os representantes entraram em contato com o então secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, nome por trás do aplicativo Celular Seguro, do governo federal.

“O Brasil é uma prioridade altíssima para a liderança do Android. Foi importante ter esse contexto aqui no nosso país para eles anunciarem esses recursos hoje”, afirmou Bruno Diniz, engenheiro de software do Google.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas