sexta-feira, 24 de maio de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

Embraer exibe teaser de carro voador que será feito em SP

Paulo Amaral

Embraer exibe teaser de carro voador que será feito em SP

A Eve Air Mobility, braço da Embraer voltado para mobilidade aérea, divulgou nesta semana o 1º teaser do carro voador
que será fabricado em Taubaté, interior de São Paulo, e tem previsão de iniciar os serviços em 2026.

O modelo é do tipo eVTOL (aeronave de pouso e decolagem vertical) e, de acordo com Johann Bordais, CEO da Eve Air Mobility, estará pronto dentro do cronograma estabelecido para dar início à uma nova era da mobilidade urbana.

“Estamos avançando significativamente na montagem do nosso primeiro protótipo do eVTOL, com previsão para finalizar a produção e iniciar os voos. Estamos desenvolvendo serviços e soluções operacionais que darão suporte aos nossos clientes desde o início das operações, juntamente com o Vector, uma solução de software inovadora para gerenciamento de tráfego aéreo”, explicou.


Siga o Canaltech no Twitter
e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.

Segundo o executivo da Eve Air Mobility, o carro voador da Embraer
utiliza uma configuração de decolagem e cruzeiro (Lift + Cruise), com rotores dedicados para o voo vertical e asas fixas para voar em cruzeiro, sem a necessidade de componentes para a transição durante o voo.

Como é o carro voador da Embraer?

O teaser publicado pela Embraer no X, antigo Twitter
, não mostra muitos detalhes do vindouro carro voador da Eve, mas já se sabe que ele ele terá oito hélices que servirão para os voos verticais, além de asas fixas para voos em cruzeiro.

A empresa explicou que o conceito mais recente inclui um propulsor elétrico que é alimentado por motores elétricos duplos que, segundo a Eve, “proporcionam redundância de propulsão, garantindo alto desempenho e segurança”.

De acordo com as últimas informações da Embraer, a empresa já conta com mais de 3.000 encomendas para o carro voador que será fabricado em Taubaté. O preço de cada unidade, porém, ainda não foi divulgado.

Leia a matéria no Canaltech
.

Trending no Canaltech:



Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas