quinta-feira, 23 de maio de 2024
Campo Grande
29°C

Rádio SOUCG

Drone, boia 3D e mais: veja tecnologias usadas para ajudar o RS

Reprodução/Agência Força Aérea/@sgt rezende

Drone usado pela FAB nos resgates às vítimas do RS

Em meio ao caos vivido no Rio Grande do Sul
, a tecnologia está sendo imprescindível para resgatar pessoas ilhadas nas enchentes e ajudar as  pessoas que foram afetadas pela tragédia na região.

Desde o começo dos resgates, a Força Aérea Brasileira (FAB)
, por exemplo, vem utilizando drones modernos com o intuito de achar vítimas situadas em locais de difícil acesso.

O drone usado pela FAB é um  RQ-900 Hermes
, fabricado pela empresa israelense Elbit Systems e que pertence à Base Aérea de Santa Maria. O aparelho permite análises precisas em tempo real.

Boia 3D

O drone não é a única novidade nos resgates do Rio Grande do Sul. Nesta semana, o influenciador Whindersson Nunes

 usou um modelo de boia para impressora 3D capaz de ajudar a resgatar vítimas.

De acordo com o humorista, o protótipo utiliza 8 garrafas pet juntas e é capaz de sustentar uma pessoa na superfície da água.

“O modelo impresso usa 8 garrafas pet de maneira rosqueada, circuladas com uma silvertape, que sustentam uma pessoa. E quatro (com 8/1 garrafas por modelo), fazem um cavalo de 500 kg flutuar na água”, afirmou. 

Antenas

Segundo o Ministério das Comunicações, desde a semana passada, a Telebras enviou mais 20 antenas de conexão por satélite
 para auxiliar as equipes de resgate que estão atuando nas regiões afetadas por enchentes no Rio Grande do Sul.

As antenas servem de apoio às equipes de resgate, centros de Comando de Crise, hospitais de campanha e abrigos com internet de banda larga nas  regiões atingidas pelas enchentes no estado.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas