sexta-feira, 24 de maio de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

Consertar freio de Mercedes 2005 pode custar uma baita fortuna

Paulo Amaral

Consertar freio de Mercedes 2005 pode custar uma baita fortuna

Ter um superesportivo incrível
na garagem é o sonho de muita gente, mas é bom saber que, além de ter dinheiro para arcar com despesas “comuns”, como impostos, seguro e combustível, o proprietário de carros do porte de um McLaren F1 ou de uma Mercedes SLR McLaren precisa ter uma reserva e tanto para eventuais reparos.

Os casos mais recentes foram relatados nas redes sociais, primeiro por donos de duas McLaren F1 que precisaram efetuar a troca do para-brisa
e gastaram, cada um, o equivalente a dois Renault Kwid 0km
(R$ 170,1 mil). Se você achou esse valor absurdo, espere para saber o orçamento para o reparo do freio de uma Mercedes SLR McLaren 2005 em uma oficina nos Estados Unidos.

De acordo com o colecionador identificado na rede social X (antigo Twitter
) como Kancho (@HumpedMyJeweler), a troca dos discos e pastilhas de seu Mercedes-Benz SLR ano/modelo 2005 custaria (ou custará, se ele resolver pagar) US$ 120.462,79, valor equivalente a cerca de R$ 621,4 mil na conversão direta.


CT no Flipboard
: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.

Pela reação do proprietário, ele não parece muito disposto a continuar com o superesportivo na garagem por muito tempo. “Preciso vender essa m$%d@. Isso não vai funcionar”, desabafou. E não é para menos, já que o valor é suficiente para comprar um EQB 250 0km
, hoje avaliado em R$ 502,9 mil — e ainda sobra troco.

Por que os freios da Mercedes SLR McLaren custam tanto?

A fortuna cobrada para consertar os freios da Mercedes SLR McLaren não foi “invenção” do mecânico que teve o orçamento exposto nas redes sociais. Segundo o colecionador, outras três oficinas consultadas apresentaram valores semelhantes, e uma delas ainda alertou que o kit precisaria ser encomendado, pois não existia em estoque.

Mas, afinal de contas, por que os freios da Mercedes SLR McLaren custam tanto dinheiro? A resposta é simples e direta, e pode ser resumida em uma única palavra: Sensotronic.

Esse é o nome do conjunto de freios de carbono-cerâmica, também chamado de “brake-by-wire”. Segundo a Mercedes, eles são caríssimos porque resistem à fadiga em temperaturas de até 1.200º C.

Os freios da Mercedes SLR McLaren são compostos por discos ventilados de 370 mm e pinças de 8 pistões na dianteira, além de discos de 360 mm e 4 pistões na parte traseira.

O material utilizado precisa exalar excelência. Afinal, a Mercedes SLR McLaren, produzida entre 2003 e 2009, acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,8 segundos e alcança 334 km/h graças ao motor V8 de 5.4 litros. Nesse caso, tão importante quanto a aceleração é o poder de frenagem, certo?

Leia a matéria no Canaltech
.

Trending no Canaltech:



Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas