sexta-feira, 19 de abril de 2024
Campo Grande
28°C

Rádio SOUCG

Céu de abril | Cometa e chuva de meteoros são destaques do mês

Céu de abril | Cometa e chuva de meteoros são destaques do mêsDaniele Cavalcante

Em abril, uma série de conjunções planetárias tornam o céu mais interessante durante as madrugadas, mas essa não é a única atração. No final do mês, haverá uma das chuvas de meteoros mais aguardadas do ano, além da possibilidade de observarmos o famoso “Cometa do Diabo.

Eventos astronômicos de abril

O mês contará com eventos especiais, como a chuva de meteoros Líridas, uma das mais populares devido às suas bolas de fogo. Também há grandes expectativas para o cometa 12P/Pons-Brooks, que pode ficar visível principalmente nas regiões Norte e Nordeste.

Infelizmente, o eclipse solar total do dia 8 de abril não será visível no hemisfério; portanto, o principal fenômeno do mês ficará fora de nossa lista. Por outro lado, as conjunções fornecerão boas observações para os entusiastas e astrofotógrafos de plantão — você mesmo pode tentar fotografar os planetas com um celular.

– Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito. –

Planetas:

Abaixo, você confere quando e onde os planetas mais fáceis de observar estarão visíveis durante o mês de abril.

  • Vênus: a “Estrela Vespertina” estará visível por volta das 6h00 até o Sol surgir ofuscando o brilho do planeta. Para encontrá-lo, basta olhar na direção do nascer do Sol, ao Leste. Será preciso um horizonte desobstruído para observar.
  • Marte: o Planeta Vermelho também surgirá ao Leste, mas bem mais cedo que Vênus, tornando-se fácil de observar por volta das 4h30.
  • Saturno: completando o trio da madrugada, Saturno estará bem alinhado com Vênus e Marte, surgindo bem antes de Vênus, ao Leste. Haverá uma conjunção no início do mês, conforme veremos adiante.
  • Júpiter: ao contrário dos demais, este planeta aparecerá ao anoitecer, desaparecendo no oeste por volta das 19h na mesma direção do pôr-do-Sol.

Conjunção entre Marte, Saturno e Lua (06/04)

Os planetas estão entre os objetos mais brilhantes do céu noturno, por isso é sempre interessante vê-los bem pertinhos uns dos outros. No início do mês, teremos uma oportunidade de apreciar esse tipo de evento.

A partir das 4h10, Marte e Saturno estarão próximos da Lua, que por sua vez estará em fase Minguante — apenas um pequeno traço no formato de um sorriso. Para observar em lugares onde o horizonte está obstruído, o ideal é esperar até 5h30 e olhar em direção ao Leste.

Conjunção entre Vênus e Lua (07/04)

No dia seguinte, a Lua estará um pouco mais próxima do Sol, ou seja, nascerá mais perto do amanhecer ao lado de Vênus. Será o último dia antes da Lua Nova, portanto haverá apenas um risquinho, tornando a visão ainda mais interessante.

Conjunção entre Júpiter e Lua (10/04)

Dessa vez, a Lua estará no lado Oeste, desaparecendo no horizonte por volta das 19h, acompanhada de Júpiter. Procure observar quando o céu estiver escurecendo.

Periélio do “Cometa do Diabo” (21/04)

Na reta final do mês, o cometa 12P/Pons-Brooks vai atingir o periélio (ponto de sua órbita em que mais se aproxima do Sol antes de voltar a se afastar), ficando mais perto de nossa estrela do que a Terra.

Essa aproximação deve tornar o cometa mais brilhante, mas nós, habitantes do hemisfério Sul, não teremos muitas oportunidades de observá-lo com facilidade. Teremos que procurá-lo imediatamente após o pôr-do-Sol, em áreas com horizonte desobstruído, e torcer para que esteja brilhante o suficiente.

Comet 12P/Pons-Brooks about a week after outburst. 2023-07-27 T 19:02 UTC L: 3 x 180″ CDK500/C3-61000 Skygems, Spain. pic.twitter.com/gV43iKP86U

— MMC Astro (@MMCAstronomy) July 28, 2023

Apesar do periélio ocorrer no dia 21, vale a pena tentar observá-lo durante todo o final do mês, principalmente porque o cometa pode explodir, ganhando ainda mais luminosidade.

Chuva de meteoros Lirídeos (21-22/04)

A chuva de meteoros Líridas iluminará os céus entre os dias 16 e 25 de abril, com pico nas madrugadas de 21 e 22 de abril. No entanto, há um obstáculo: a Lua quase cheia pode ofuscar um pouco a visualização dos meteoros mais fracos. A dica é esperar até as 3h, quando a Lua está prestes a se por.

Para observar, busque o radiante (a direção de onde os meteoros parecem surgir) próximo à estrela Vega, na direção Norte. No hemisfério Sul, o radiante só será visível após a meia-noite. A expectativa é de 18 meteoros por hora — incluindo bolas de fogo.

Fases da Lua em abril de 2024

Abaixo, você confere as principais fases da Lua durante o mês de janeiro e o horário em que cada uma acontece:

  • Lua crescente: 1º de abril Lua Nova: 8 de abril Lua crescente: 15 de abril Lua Cheia: 23 de abril

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:



Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas