quinta-feira, 25 de julho de 2024
Campo Grande
25°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Buscando fortalecer a Rota Bioceânica, governo de MS reforça parceria com o Chile

O governo de Mato Grosso do Sul, buscando impulsionar os benefícios da Rota Bioceânica, sediou nesta segunda-feira (8) e terça-feira (9), em Campo Grande, o “Tarapacá Day”, com o objetivo de intensificar a parceria e integração com o estado localizado ao norte do Chile, país que concentra os portos que vão levar produtos do Estado para o mercado asiático.

O governador Eduardo Riedel reforçou a importância dessa parceria e discussão para garantir o crescimento econômico e cultural de Mato Grosso do Sul.

“Mato Grosso do Sul está de portas abertas para promover esta integração. É uma trajetória que está sendo construída e sentimos do Governo de Tarapacá um dinamismo e proatividade para construir as pontes antes da rota estar 100% pronta. Esta relação vai fortalecer os negócios, intercâmbio cultural e turismo. Os portos (chilenos) serão porta de entrada para ida e volta de produtos”, afirmou.

Foram discutidas medidas com o governador de Tarapacá (Chile), José Miguel Carvajal Gallardo, como a implantação de um escritório de Mato Grosso do Sul em Iquique, capital de Tarapacá, além da criação de uma organização entre os governadores dos quatro países para tratar de questões envolvendo a rota.

“Mato Grosso do Sul vai ter sua casa em Iquique, para podermos promover nosso Estado, assim como Tarapacá já tem seu escritório em Campo Grande. Ainda vamos lutar para conseguir este voo direto. Estamos nos extremos, mas criando um elo e se conectando”, afirmou Riedel.

Além disso, os governos de MS e Tarapacá irão conversar com as companhias aéreas de ambos os estados para tentarem viabilizar um voo direto entre Iquique e Campo Grande, com o objetivo de fortalecer o intercâmbio comercial e cultural entre os lugares.

O secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jaime Verruck, reforçou a fala de Riedel e apontou para a importância dessa integração. “Vamos abrir um espaço de MS em Iquique, mas não precisa enviar funcionário, eles vão cuidar do local, que vai divulgar nossas principais atrações, em um espaço que é público. Em relação ao voo fica este desafio, nem que seja mensal”, comentou.

Também participaram do evento empresários de MS, representantes da Zona Franca de Iquique (ZOFRI), da Empresa Portuária de Iquique (EPI) e da Embaixada do Brasil no Chile.

 

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro


Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas