sexta-feira, 19 de abril de 2024
Campo Grande
28°C

Rádio SOUCG

Barbosinha é "grande aquisição", declara Nelsinho

Na presença do presidente nacional da sigla e secretário de Governo de São Paulo, Gilberto Kassab, o vice-governador de Mato Grosso do Sul, José Carlos Barbosa, o Barbosinha, oficializou sua ida para o PSD (Partido Social Democrático) na noite dessa quinta-feira (28).

Já pensando na pré-candidatura à prefeitura de Dourados, Barbosinha assinou o termo de filiação na companhia do governador do Estado, Eduardo Riedel (PSDB), além do senador Nelson Trad e do deputado estadual Pedro Pedrossian Neto, que atuam como presidentes estadual e municipal do partido, respectivamente.

Ao JD1, Trad afirmou que a filiação do vice-governador é uma grande aquisição, já que o mesmo pode ser “escalado” para qualquer posição política. “Barbosinha entra no PSD com a missão de ajudar a reestruturar o partido pós-eleições 2022. É um quadro muito competente, por onde passou se destacou com a sua atuação e personalidade. E fica também a disposição do partido e do grupo político liderado pelo governador Riedel e ex-governador Azambuja, para jogar em qualquer posição que vier a ser necessária nos futuros pleitos eleitorais. É uma grande aquisição, um verdadeiro gol de placa”, disse ele.

Para Barbosinha, o momento simboliza um avanço significativo. “É um passo importante rumo à autonomia política. Um marco para minha trajetória que fortalecerá as ações do PSD no nosso Estado e em todo o Brasil, impulsionando meu compromisso com o desenvolvimento e a prosperidade para toda a população”, ressaltou o vice-governador.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Kassab falou sobre o apoio tucano. “O partido conta muito com ele (Barbosinha), valorizando sua experiência para fortalecer a sigla em MS. Estamos muito felizes com o nosso quadro no Estado”, finalizou.

 

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp. Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no IOS ou Android.

Reportar Erro


Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas