quinta-feira, 25 de julho de 2024
Campo Grande
29°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

AGEMS é pioneira em projeto de auditoria em saneamento e realiza testes a campo nas unidades da Sanesul em MS

A Agência está entre as 10 que encararam o desafio de realizar a certificação das informações do SINISA

A Agência de Regulação de Mato Grosso do Sul, AGEMS, realiza o 4º ciclo do projeto ACERTAR, que visa o desenvolvimento de Metodologias de Certificação do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, SINISA, dando maior confiabilidade, na mais importante base de dados do país com o objetivo de melhorar a qualidade da informação sobre o saneamento básico ao cidadão.

Desde o início, a AGEMS foi pioneira na adesão do projeto e realiza esse importante trabalho por meio da equipe da Diretoria de Saneamento Básico e Resíduos Sólidos, figurando no seleto grupo das 10 Agências Reguladoras Infranacionais, a encararem o desafio de realizar a auditoria e certificação das informações do SINISA pela própria agência reguladora.

De acordo com o diretor-presidente da Agência de Regulação Sul-mato-grossense, Carlos Alberto de Assis, a AGEMS tem desempenhado um papel fundamental na regulação e fiscalização dos serviços de saneamento básico, assegurando que todos os cidadãos tenham acesso a serviços de qualidade, essenciais para a saúde pública e o desenvolvimento sustentável.

“A nossa missão é garantir desde a base de dados, que esses serviços sejam prestados de forma eficiente e contínua através de uma regulação forte e transparente. Prezamos pelo desenvolvimento de Mato Grosso do Sul, garantindo que cada família, cada casa e cada comunidade tenha acesso a serviços de saneamento básico de qualidade”, afirma.

O projeto ACERTAR já está no 4º Ciclo, em fase de execução e na etapa de aplicação de testes a campo nas unidades de serviço da Sanesul nos municípios regulados e fiscalizados pela AGEMS em Mato Grosso do Sul. A Auditoria acontece para verificar se estão corretas as informações autodeclaradas pela empresa ao SNIS.

“Temos uma equipe multidisciplinar que vem superando nossas expectativas com relação à qualidade dos trabalhos desenvolvidos. Somos uma equipe relativamente pequena, mas nos sobra empenho e paixão por entregar um bom trabalho que surtirá efeitos nos serviços de saneamento que o cidadão de MS recebe”, pontua a Diretora da Diretoria de Saneamento e Resíduos Sólidos, Iara Marchioretto. 

O prazo de implantação do ACERTAR é de cinco ciclos e visa aprimorar os processos de geração de informações dos prestadores de serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário ao cidadão. Por meio dessa iniciativa, a produção de informações confiáveis para o setor de saneamento básico se tornará uma grande contribuição para o planejamento e execução de políticas públicas, aperfeiçoamento da gestão, avaliação e desempenho dos serviços, e para o monitoramento das ações do setor.

 

 

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas