domingo, 21 de abril de 2024
Campo Grande
26°C

Rádio SOUCG

Prefeitura de Aquidauana oferece treinos de natação para crianças

A Prefeitura de Aquidauana, através da Equipe Multidisciplinar da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento (SESAU), oferece aulas gratuitas de natação para todas as crianças aquidauanenses que têm problemas de saúde e recebem indicação médica para praticar a natação.

As atividades são para crianças de 06 a 10 anos, acontecem na piscina do Polo da Equipe Multidisciplinar, são ministradas pela educadora física Adrieli Freitas e as crianças aprendem desde a iniciação de natação, adaptação e, claro, se divertem em cada aula, além de conhecerem mais sobre esse esporte.

As aulas são oferecidas para crianças com problemas respiratórios, alguma alteração motora ou síndromes genéticas, todas acompanhadas pela pediatra, fisioterapeuta e educadora física da Equipe Multidisciplinar. A admissão é somente com encaminhamento médico.

A natação oferece diversos benefícios para as crianças, dos quais, destacam-se: estimulo ao desenvolvimento psicomotor, prevenção e combate a obesidade, fortalecimento da capacidade cardiorrespiratória e muscular e, principalmente, ajuda a criança na socialização.

As aulas acontecem nas segundas e sextas-feiras, das 14h às 15h. As inscrições devem ser feitas somente pelos pais ou responsáveis exclusivamente no Polo da Equipe Multidisciplinar, sito na Rua Estevão Alves Correa, nº 1728.

No ato da inscrição, é necessário apresentar o cartão do SUS e declaração médica, atestando que a criança está apta a realizar atividades físicas.

“Estamos com um excelente espaço da Equipe Multidisciplinar e temos profissionais qualificados para as atividades. Então, agora, podemos oferecer aulas de natação para as crianças que tem problemas de saúde. Além disso, muitos pais não tem condições de pagar por aulas particulares para as crianças que precisam desse suporte da natação para melhorar a saúde e o desenvolvimento”, completou o prefeito Odilon.

Com assessoria

 

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas