sábado, 20 de julho de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Jogos Escolares do MS serão abertos hoje a noite em Coxim com 422 atletas

Acontece a partir de hoje, na cidade de Coxim, a disputa dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul 2024, para competição da terceira divisão do futsal masculino e voleibol feminino, da faixa etária de 12 a 14 anos, entre os dias 9 e 14 de julho.

A solenidade de abertura está marcada para terça-feira (9), às 19 horas, na Praça Zacarias Mourão. A competição é organizada pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), órgão subordinado à Setesc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte e Cultura).

Neste ano, a primeira etapa dos Jogos Escolares aconteceu em Campo Grande, de 6 a 24 de junho, com participação dos estudantes-atletas de 12 a 14 anos. Além das disputas da primeira e segunda divisão das modalidades coletivas (basquetebol, futsal, handebol e voleibol), mais 12 modalidades entraram em ação: atletismo, badminton, vôlei de praia, ciclismo, judô, taekwondo, wrestling (luta olímpica), natação, ginástica artística, ginástica rítmica, karatê e xadrez.

Durante os seis dias de competições, a terceira divisão promete movimentar Coxim, com a participação de 27 municípios e 422 atletas (162 no feminino e 260 no masculino). As partidas de voleibol acontecerão na quadra poliesportiva da Escola Estadual Pedro Mendes Fontoura. Já as de futsal serão no Ginásio Municipal Fernando Fontoura, Ginásio Ademir Mochi e campus do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul).

“Levar uma etapa dos Jogos Escolares da Juventude para Coxim é uma grande oportunidade para nossos jovens atletas e também para a economia local. Este evento movimenta a rede hoteleira, restaurantes, comércios e serviços, gerando um impacto positivo significativo. Além de promover o desenvolvimento esportivo, estamos impulsionando o crescimento econômico e social do interior do estado”, destaca o secretário de Estado de Turismo, Esporte e Cultura, Marcelo Ferreira Miranda.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas