quinta-feira, 20 de junho de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Simony é acusada de agressão contra funcionária de companhia aérea

A cantora Simony está sendo acusado de agredir uma funcionária da companhia aérea Delta Air Lines. O caso teria acontecido em fevereiro, no aeroporto de Orlando, nos Estados Unidos. A situação foi revelada em meio ao processo judicial que a artista move, no qual alega ter sido barrada pela empresa norte-americana.

Na ação em que pede indenização de R$ 55,3 mil, Simony acusa a empresa de prejudicá-la, afirmando que foi avisada na hora do embarque que não poderia levar a bagagem de mão, onde estavam os remédios do tratamento contra o câncer. 

Em contrapartida, a empresa Delta Air Lines apontou que a cantora se revoltou e agrediu uma das funcionárias ao ser alertada de que teria ultrapassado a quantidade permitida de bagagem de mão. Eles afirmam que sugeriram e deram a oportunidade dela transferir os medicamentos para uma mala só, o que teria feito ela reagir de forma agressiva. O caso foi divulgado pelo jornalista Rogério Gentile no Uol.

“A passageira levantou da cadeira de rodas e começou a gritar comigo, causando perturbação, e começou a me culpar e me segurou pelo braço direito. Pensei que ela e seu grupo iam me agredir, e me afastei porque precisava de ajuda. Chamei a polícia imediatamente, quando a passageira agarrou meu ombro, me empurrou em direção à parede, machucando meu ombro”, disse a funcionária em um documento anexado ao processo pela empresa.

Diante da acusação, a defesa de Simony se manifestou judicialmente negando a versão relatada pela Delta Air Lines e sua funcionária. 

O iG Gente entrou em contato com a assessoria da cantora, mas ainda não obteve resposta. O espaço segue aberto para a manifestação da artista.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas