segunda-feira, 22 de abril de 2024
Campo Grande
26°C

Rádio SOUCG

Namorada do filho de Gal Costa ajudou Wilma Petrillo a sair da miséria

A briga pela herança de Gal Costa e também a luta para identificar quem terá poderes sobre a gestão do espólio da cantora acaba de ganhar uma nova personagem: Daniela Marcilio Tonani. Ela é fonoaudióloga, empresária e também namorada de Gabriel Costa, filho único da artista, que morreu em novembro de 2022. Com uma vida financeira bem estabilizada, ela também acabou envolvida na ação por um simples motivo: ter cedido aos apelos insistentes de Wilma Petrillo, que envolviam dinheiro e ajuda na ação.

Sua existência veio a público quando Wilma Petrillo, ex-empresária e ex-mulher de Gal Costa, expôs no Fantástico que Gabriel, de 18 anos, terminou o namoro com uma jovem que ele conheceu na escola para engatar um romance com a mãe da garota, 30 anos mais velha. E que essa mulher estaria fazendo a cabeça do órfão para brigar contra ela na Justiça pelos bens deixados pela cantora.

Em duas novas petições feitas pelos advogados de Gabriel Costa, protocoladas em 26 e 29 de fevereiro deste ano, o nome de Daniela se materializa. Ela é apresentada como namorada do filho de Gal, e é dito que ela emprestou dinheiro a Wilma em 2023, quando Gabriel ainda era menor de idade, após a empresária dizer que não tinha como comprar comida e arcar com os custos de estudos e saúde do jovem.

Na petição de 26 de fevereiro, a defesa de Gabriel pede para que a Justiça anule três declarações registradas em juízo e que acabaram dando a Wilma o reconhecimento de união estável com Gal Costa e, consequentemente, o poder dela sobre todo o espólio da artista.

Uma das declarações foi feita pelo próprio Gabriel, que como antecipamos na coluna, alegou ter escrito à mão uma carta sob efeito de remédios controlados que Wilma o fazia consumir, e que o deixavam completamente dopado e sem noção da realidade. A segunda declaração foi escrita por Daniela, apresentada aqui como namorada do jovem.

“Daniela Marcílio Tornani é a pessoa que apresentou a declaração de fl. 143, sendo ela namorada recente do herdeiro, que concedeu empréstimo financeiro a Wilma Teodoro Petrillo, por estar assustada com a alegação de necessidade material de seu namorado, Gabiel, à época menor de idade e sem recursos, após a morte de Gal, e foi convencida por Wilma de que tal declaração (prestada por Daniela a este juízo) seria necessária para que Wilma pudesse obter a guarda provisória do herdeiro, de maneira urgente, motivo pelo qual Daniela cedeu à vontade de Wilma”, diz o processo.

O que a petição esclarece é que Daniela passou a conviver com a família de Gal Costa quando iniciou o relacionamento amoroso com Gabriel, portanto não teria condições de afirmar que a cantora e Wilma mantinham uma relação desde 1993 pelo simples fato de não ter presenciado isso. A pergunta que a própria defesa de Gabriel faz, e responde na sequência, é por qual motivo a fonoaudióloga teria mentido inicialmente ao afirmar a existência da relação.

“Wilma fez Daniela assinar o documento sem revelar sua real intenção, alegando que o fazia apenas para requerer a guarda de Gabriel com 17 anos, de maneira que Daniela, preocupada com o bem-estar do herdeiro, prestou seu depoimento escrito, que foi utilizado por Wilma em juízo, em ato contrário à boa-fé”, diz a defesa, que continua: “Ou seja, na tentativa de ajudar seu namorado, Daniela emitiu a declaração (que pensava ajudar Gabriel na questão da guarda) e emprestou dinheiro a Wilma.”

“Foi sob tais circunstâncias que Wilma obteve a declaração da Sra. Daniela Marcílio Tornani Izzo, a qual somente em tempos recentes passara a frequentar a ex moradia de Gabriel (casa na qual residia o herdeiro até pouco tempo com Wilma, até completar 18 anos, após o falecimento de Gal).”

Existe uma terceira declaração de reconhecimento de união estável, feita em juízo pelo promotor de Justiça Marcio Mothé Fernandes, que também declarou em carta que foi convencido por Wilma a prestar tal depoimento após a empresária fazer insistentes apelos. Ele alega, na nova ação, que nunca frequentou a casa da artista, e só atendeu ao pedido inicial após Wilma o convencer de que estava sem dinheiro e precisava dessa “ajuda” para sobreviver.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas