sábado, 18 de maio de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

Gabi Prado desabafa e revela diagnóstico de borderline

A influenciadora digital Gabi Prado aproveitou a tarde desta quarta-feira (15) para conversar com os seguidores. Ela abriu uma cainha de perguntas nos stories para conseguir sanar algumas dúvidas de seus fãs a respeito de sua vida. Gabi respondeu questões como o motivo do distanciamento das redes, que vinha sendo muito especulado nos últimos dias.

Um seguidor perguntou: “Qual foi o problema psicológico que você descobriu e que te fez sair das redes?”. Gabi respondeu: “Eu tenho borderline. Descobri tem alguns meses e eu ainda não estou pronta para falar sobre isso agora”.

A influencer já havia desativado o perfil no Instagram em janeiro após desabafar em como as redes sociais estavam fazendo mal para ela. Ela ainda comentou outras vezes que estava cuidando da saúde mental com especialistas.

Desentendimento com Camila Moura

Camila Moura, ex de Lucas Buda, respondeu os comentários feitos por Gabi Prado no dia 14 de março. A ex De Férias com o Ex teorizou acerca da relação do ex casal. Segundo ela, Moura estaria se aproveitando de toda a situação.

“Gente, não sei por que, mas acho que o Buda combinou isso com a esposa dele! Eu posso estar errada, mas sinto isso. Ela deve ter passado alguma dica no almoço do anjo que estava ruim aqui fora para ele e eles já viram outras edições e combinaram isso. Estou muito Vanessa Lopes hoje”, explicou.

A professora de História, então, rebateu as críticas da influenciadora. “Cara, por que mulheres fazem isso com outras mulheres? Pelo amor de deus! Parem de invalidar uma mulher, parem de invalidar a minha dor e minha tentativa de recomeçar! O que mais me dói são esses comentários vindo de mulheres, e pior ainda de mulheres que tem voz na internet”, iniciou ela.

“Deixando claro para todos, não tem nada de combinado, não tem teoria da conspiração, eu sou real aqui, vendo e lendo merdas e tomando remédios para passar por isso, e no meio dessa merda toda encontrei uma válvula de escape: TRABALHAR! Mas querem me ver na cama mesmo, sofrendo!”, finalizou. 

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas