domingo, 21 de julho de 2024
Campo Grande
31°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Ex-deputado federal e cantor Igor Kannário passa por sessão de tatuagem de oito horas

O ex-deputado federal e cantor Igor Kannário
surpreendeu os seguidores ao revelar que passou por uma sessão de tatuagens que durou oito horas
. O procedimento contou com seis tatuadores, além de um acompanhamento médico durante toda a sessão. 

Para ser tatuado, Kannário foi sedado. As tatuagens
 foram feitas em uma clínica de cirurgia plástica situada em  Salvador.
Bruno Gomes, Anderson Zaga, Artur Oliveira, Isaac Lima, Cleiton e Sidnei Rudner foram os profissionais responsáveis pelos desenhos.

“Chama! Pela primeira vez na Bahia Capone e o príncipe Kannário fazendo história. Muito obrigado por nos proporcionar essa vivência, irmão! Você tem o carinho, o respeito e a admiração de toda equipe do Capone Club. Pra cima que esse é só o começo. Trabalho finalizado em apenas uma sessão”, escreveu o estúdio Capone Club em uma postagem feita no Instagram.

Bruno Gomes também explicou que a sessão ocorreu de forma rápida por conta da sedação. Segundo o tatuador, o tempo seria maior se o cantor estivesse acordado. “Igor tem muitas tatuagens no corpo e precisava refazer muitas, a gente pensou em fazer sem a sedação, mas isso seria inviável, porque além de ser demorado, seria um processo extremamente dolorido. O que foi feito em oito horas, normalmente, duraria umas 25, porque é muito mais rápido tatuar com o cliente sedado”, detalhou ao “g1”.

Antes de ser sedado, Igor fez uma oração com a equipe de tatuadores que faria as  tatuagens.
O ex-deputado ainda foi acompanhado por dois profissionais da área da saúde: Lucas Bittencourt, médico urologista, e também um anestesista. Barriga, pernas e braços foram algumas das partes tatuadas.

“Em casos como esse, o paciente é sedado e o médico anestesista administra a medicação ao longo do procedimento, porque a pessoa pode ir acordando. É seguro e o paciente vai para casa, assim que tudo termina”, disse o médico Lucas, em entrevista ao “g1”.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas