segunda-feira, 17 de junho de 2024
Campo Grande
22°C

Rádio SOUCG

Ex de Anderson Leonardo tenta provar que ele fez música para filha

Paula Cardoso, ex-mulher do cantor Anderson Leonardo, usou as redes sociais para fazer um desabafo e tentar provar que ele escreveu uma música para a filha caçula, Alice. Paula e o pagodeiro se separaram pouco tempo antes de ele falecer em abril deste ano. Os dois são pais da pequena, que hoje tem 3 anos de idade.

A empresária publicou vídeos e prints de mensagens em que o vocalista do Molejo dizia que estava compondo uma canção para a menina. Sem dar muitos detalhes, Paula disse que irá defender Alice com “unhas e dentes”. Depois, ela fez uma nova publicação e lamentou que tudo o que Anderson “mais amou na vida esteja se perdendo no meio de tanta sujeira”.

“É muito triste ver que tudo que você mais amou na vida está se perdendo no meio de tanta sujeira, sujeira essa que você também sempre soube, mas você sempre pensou mais nos outros que em você mesmo… antes de dormir sempre me pergunto como você agiria em certas situações, que atitudes você tomaria, afinal, você sempre falou que eu era ‘Anderson Leonardo’ de saia!!!”, iniciou ela.

“Desculpe pelo choro hoje não ser só de saudade, mas sim de revolta com tudo que está acontecendo, e te prometo que pela nossa ‘Alice’ o que depender da minha força e disposição irei lutar para seguir com tudo que você sempre sonhou, com honestidade, com caráter, com respeito e principalmente amor pela música que aprendi a admirar graças a você!!! Falar de LEGADO é muito fácil da boca para fora, LEGADO também é ser leal aquilo que era de vontade, tendo empatia e respeito principalmente com o homem que conseguiu vencer sozinho sem passar por cima de ninguém!!! Posso até não conseguir, mas irei tentar até o fim fazer que você se orgulhe do seu verdadeiro legado!!!! Hoje entendo quando você falava que ‘PAPAI É PELÉ’!!!!”, finalizou.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas