quinta-feira, 20 de junho de 2024
Campo Grande
19°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Eliezer lamenta afastamento de Lua: 'A sensação é que não me ama'

Eliezer usou as redes sociais neste sábado (8) para fazer um desabafo sobre a rotina com a filha, Lua, de 1 ano, nos últimos meses. O ex-BBB contou que a menina não pedia mais seu colo e está mais apegada à mãe, Viih Tube.

“Já tem alguns meses que a Lua não quer saber de mim. Não é modo de dizer. Não quer mesmo, nem meu colo, nada! Só quer saber da Viih. Parece bobo, mas isso deixa a gente chateado de verdade, um sentimento estranho e que ainda estou aprendendo a lidar. A sensação é que ela não me ama, só ama a mãe, por mais que eu saiba que não seja isso, é assim que a gente se sente. Não sei se já passaram por isso”, começou ele.

Nesta semana, pela primeira vez depois de muito tempo, Lua pediu o colo do pai. Eliezer definiu a situação como sua “maior felicidade em semanas”.

“Quando aconteceu, a Viih estava no quarto gravando e eu entrei atrapalhando a gravação dela para contar que a Lua pediu meu colo. Isso porque até mesmo a Viih sentiu que eu estava ‘sentido’ com a situação, tanto que ela ficava [falando]: ‘Dá um abraço no papai, Lua’, ‘Vai com papai, Lua'”, relatou.

O empresário disse que chegou a pesquisar possíveis motivos para esse distanciamento da filha na internet e chegou à conclusão de que a bebê está mais próxima de Viih porque ela está grávida. O casal, que anunciou a novidade em abril, espera um menino.

Por fim, Eliezer concluiu: “Eu sei que para muita gente é bobeira, muita gente não vai entender e vai debochar, mas essa situação mexeu mesmo comigo, tanto que eu agradeço a Lilo (minha cachorra) todos os dias por estar atrás de mim o tempo todo, coisa que não fazia. Enfim. É só um desabafo, estou aqui do ladinho dela, a vendo dormir e feliz que ela tenha voltado a interagir comigo”.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas