sexta-feira, 24 de maio de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

David Copperfield: ilusionista é acusado de má conduta sexual

O ilusionista David Copperfield, de 67 anos, foi acusado de má conduta sexual contra 16 mulheres. A investigação foi feita pelo jornal britânico The Guardian, que afirma que David drogava e aliciava das vítimas.

Segundo o jornal, os casos aconteceram entre 1980 e 2014. Mais da metade das vítimas teria menos de 18 anos quando os crimes teriam ocorrido. 

Uma das supostas vítimas afirma que David teria drogado ela e sua amiga após convidá-los para seu quarto em Las Vegas. Segundo o relato, o ilusionista teria feito sexo com elas sem o consentimento.

Um modelo também acusa David de tê-la drogado e agredido quando tinha apenas 17 anos.

Algumas vítimas afirmam que o ilusionista teria as apalpado no palco enquanto fazia truques. Uma delas chegou a fazer um boletim de ocorrência à polícia em Las Vegas em janeiro de 2014. Segundo a vítima, David teria agarrado os seus seios quando estava no palco.

Segundo o testemunho de ex-assistentes de David, ele estaria interessado em mulheres jovens para interagir durante os shows.

Uma mulher também o acusou de estuprar em sua ilha particular. Em contrapartida, o ilusionista a acusou de tentar o extorquir.

Segundo a equipe jurídica de David, todas as acusações são falsas. Ao The Guardian, os advogados afirmam que o ilusionista “nunca, jamais agiu de forma inadequada com ninguém, muito menos com menores de idade”.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas