quinta-feira, 23 de maio de 2024
Campo Grande
23°C

Rádio SOUCG

Caio Blat coloca à venda mansão avaliada em R$ 4,5 milhões; veja

Prestes a estrear a novela Beleza Total, na plataforma Max, Caio Blat colocou à venda sua mansão no bairro Itanhangá, no Rio de Janeiro. O ator está pedindo a bagatela de R$ 4,5 milhão pela “casa da árvore”, como o imóvel projetado pelo arquiteto argentino Jorge Mario Jáuregui ficou conhecido.

Em entrevista à coluna Play, do jornal O Globo, o artista contou mais detalhes de sua decisão de vender a residência. “Esta casa foi um grande sonho da minha vida. Eu sou louco por arquitetura. Construí durante muitos anos, me dediquei junto com a Maria Ribeiro. Eu era casado com ela. Moramos lá, tivemos filho (Bento, de 14 anos), fomos felizes. Mas, depois que a gente se separou, a gente saiu de lá, é uma casa muito grande. Ela tem funcionado bem para locação (numa plataforma de locação, uma diária num fim de semana sai a cerca de R$ 1.750 em junho). Tem várias filmagens, programas da TV são feitos lá, videoclipes… É uma casa que está sempre sendo alugada. Tenho muita vontade de vender para começar um outro momento da minha vida. Então, estou super afim de vender esta casa”, explicou.

O imóvel já foi tema de um episódio do programa Casa Brasileira, apresentador por Alberto Renault no GNT. Recentemente, também foi gravado a atração Pai é Pai, comandado por Rafael Zulu e por sua filha Luiza, com direção de Benedita Casé, filha de Regina Casé.

“Vai ter um programa muito especial sobre paternidade negra. Fiquei muito honrado. Foi todo filmado lá. Nem foi lançado. Vai sair daqui a pouco. Todos os trapers fazem clipe lá. Bento é louco por trap. Ele sempre me liga dizendo que saiu algum clipe feito na nossa casa. Ele fica muito orgulhoso porque MC Cabelinho e TZ da coronel, por exemplo, já filmaram lá. Como é casa que tem uma vista bacana, um terraço, os trapers adoram”, apontou.

O ator comprou o terreno há 25 anos, quando tinha apenas 18. Ao longo do tempo, construiu tudo do seu jeito: “É uma casa que tem características especiais. Fica bem no alto do morro, é toda aberta para a mata. Precisa de um morador com uma cabeça diferente mesmo. Não é uma casa simples”.

*Texto de Júlia Wasko

Júlia Wasko é estudante de Jornalismo e encantada por notícias, entretenimento e comunicação. Siga Júlia Wasko no Instagram: @juwasko

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas