quinta-feira, 25 de julho de 2024
Campo Grande
25°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Barão Vermelho é confirmado na edição de 40 anos do Rock in Rio

Uma das únicas bandas (ao lado dos
Paralamas do Sucesso

) que estava na edição inaugural do
Rock in Rio

, o
Barão Vermelho

foi convidada para participar da edição comemorativa de 40 anos do festival
.

A banda tocará no dia 15 de setembro
na abertura do Palco Sunset
, com a formação que está na estrada desde 2017 composta Guto Goffi
(bateria), Maurício Barros
(teclados e vocais), Fernando Magalhães
(guitarra, violão e vocais) e por Rodrigo Suricato
(voz, guitarra e violões). Será o show de lançamento da nova turnê do grupo.

Foto: Marcos Hermes

“Esse show tem a colaboração do artista e percussionista Japa System, residente em Portugal, conhecido por suas contribuições com o BaianaSystem. Percussionista criativo e especialista em Beats, acostumado a misturar e flertar com uma linguagem brasileira contemporânea. É a primeira vez que o Barão incorpora um percussionista desde que o Peninha se foi. Além dele, duas backing vocals que eventualmente fazem parte do show. É um show montado especificamente para o RIR antes de iniciarmos uma nova tour”
, explica Rodrigo Suricato
.

Para Mauricio Barros
, “é uma alegria participar do festival! Essa é a terceira vez com o Barão. Na primeira edição, em 85, ainda com o Cazuza, subi ao palco com apenas 20 anos. Sem dúvida, vai ser uma festa maravilhosa!”
, contou.

“Assisto ao Rock In Rio desde 1985, um festival lindo e renovador. É uma honra e alegria poder estar neste line up com o Barão Vermelho, e poder celebrar 42 anos de banda e boa música com o público do festival. Parabéns pela festa e entretenimento impecáveis. Que venham muitos mais!”,
disse o guitarrista Fernando Magalhães
.

“40 anos do Rock in Rio, significam que o ROCK resistiu esses 40 anos no Brasil e eu, que passei por tudo isso, me orgulho”,
conclui o baterista Guto Goffi
.

O Barão Vermelho
também prepara um novo single para ser lançado ainda este ano. Além disso fechou uma parceria com a empresa SUNOR
, que vai cuidar do merchandising e lançar vários produtos com a marca da banda.

Sobre o Barão Vermelho

Há sete anos, o quarteto carioca, é composto por dois de seus fundadores: Guto Goffi
(bateria) e Maurício Barros
(teclados e vocais), Fernando Magalhães
(guitarra, violão e vocais), desde 1985 no grupo e por Rodrigo Suricato
(voz, guitarra e violões).

A história do Barão Vermelho
se confunde com a própria história do rock nacional. Banda que desfila sucessos, com repertório que passeia por quatro décadas, como
Por Você, Pro dia Nascer Feliz, Puro Êxtase

e
Bete Balanço

.

No ano passado, o Barão Vermelho realizou seu show de 40 anos

O
Barão Vermelho

, em meio à sua turnê de 40 anos,
realizou um grande show no Rio de Janeiro
que levantou o público com os seus tradicionais solos de guitarra e hits que estão gravados na memória afetiva de várias gerações. O show, que aconteceu no dia 2 de dezembro
no Qualistage
, com a abertura do músico Humberto Gessinger
, frontman
da banda Os Engenheiros do Hawaii
.

Há sete anos o quarteto é composto por Rodrigo Suricato
(guitarra, violão e voz), Fernando Magalhães
(guitarra e violão) e dois de seus fundadores: Guto Goffi
(bateria) e Maurício Barros
(teclados e vocais), todos também compositores.

O Barão de hoje celebra a vida e essa trajetória que se confunde com a própria história do rock nacional e se houve uma coisa que nunca mudou foi a amizade e o clima de camaradagem entre os músicos. Essa energia em cima do palco transborda quando desfilam o repertório cheio de sucessos como
Por Você, Pro dia Nascer Feliz, Puro Êxtase

e
Bete Balanço

.

Mas o show também apresentou surpresas: a principal delas foi a participação de um fã
no palco com o quarteto. O felizardo foi vencedor do concurso
Barão e Você

. Promovida através das redes sociais, a ação convidou pessoas de todo o Brasil a enviarem seus vídeos cantando ou tocando um instrumento junto com a banda, durante um ensaio virtual.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas