segunda-feira, 17 de junho de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

Anitta rebate intolerância religiosa após lançamento de clipe

A cantora Anitta se pronunciou no último domingo (10) em relação à intolerância religiosa que sofreu depois de publicar o clipe da música “Aceita”, faixa presente no seu último álbum de estúdio, “Funk Generation”.

Em entrevista ao Fantástico, a artista contou um pouco dos ataques que recebeu após o anúncio. “Ah [disseram], ‘que é do capeta’. ‘Que só vou ser feliz quando aceitar Jesus’. Gente, eu amo Jesus. Jesus tá super aceito na minha vida. Tanto Jesus quanto os orixás estão todos reinando aqui. E eu acho que é uma intolerância religiosa mesmo”, revelou ela.

Anitta desabafou sobre assunto e disse que desde criança ia ao candoblé com o pai. “Ele me levava desde criança e eu sempre gostei. Mas eu também ia para igreja católica, cantava na igreja também. Então eu sempre fui lá e cá”, se defendeu.

Em maio de 2024, após anunciar o clipe da música Aqui, Anitta perdeu mais de 300 mil seguidores. No teaser do projeto visual, a cantora abordava alguns elementos de sua religião. Para a voz de “Vai Malandra”, o caso foi um exemplo de intolerância religiosa. 

Quando o clipe foi lançado, a cantora usou as redes sociais para desabafar acerca do preconceito sofrido. “Eu acredito que as religiões são rios que desembocam num mesmo lugar: Deus, a inteligência suprema. Eu não acredito no céu e no inferno, não acredito no diabo. Acredito que todos nós temos o poder de manifestar em nós o divino e a diabólico. Quando recebo mensagens de repúdio e intolerância religiosa, não sinto energia divina sendo emanada em minha direção, sinto a energia contrária. Eu tenho fé, não tenho medo”, rebateu ela.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia?  Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas