quinta-feira, 23 de maio de 2024
Campo Grande
28°C

Rádio SOUCG

André Marques diz que engordou 12 kg após 2 meses sem fumar: 'Luta!'

O apresentador André Marques, 44 anos, compartilhou com seus seguidores nas redes sociais que está há dois meses sem fumar, algo que celebra com visível entusiasmo. No entanto, o artista destaca que, sem o cigarro, engordou 12 quilos. Assim, ele iniciará uma nova luta contra o aumento de peso.

“Muita gente me mandou mensagens perguntando se eu tomei remédios, o que fiz. Na verdade, parei na cara, na coragem e no susto. Fiz alguns exames, o pulmão já estava meio com sinais óbvios de um fumante”, contou.

Diante de perguntas dos fãs, se ele ainda sentia vontade de fumar, o apresentador respondeu: u não vou mentir. Hoje eu não sinto tanta vontade de fumar. Eu lembro de fumar quando estou cozinhando, bebendo. ‘Agora, eu estaria fumando um cigarrinho’, mas, realmente, sei que foi uma melhor escolha para mim. Eu não estou tomando remédio. Estou indo na garra”.

Como consequência, André relata que ganhou muito peso em apenas dois meses. “Esses dois meses me deram coisas boas e me deram também coisas ruins. Me deram 12 quilos a mais, estou mais ansioso, mas, como eu já falei aqui em outros vídeos, a obesidade é uma luta que eu tenho há muitos anos”.

“É uma luta eterna até descansar: você contra você mesmo. Então, parei de fumar, que faz um baita mal, engordei um pouquinho”, continuou o apresentador.
A obesidade também faz mal, também mata e agora vou voltar à luta contra ela. É isso”, completou.

Vale lembrar que André Marques realizou uma cirurgia bariátrica (redução de estômago) em 2013, perdendo quase 100 quilos com o processo. Em outubro de 2023, 10 anos após a cirurgia, ele revelou sua constante luta contra a obesidade.

“As pessoas comentaram ‘percebi que você engordou’ e eu falo que engordei mesmo e brinco. Brinco para poder até eu próprio me alertar porque eu já estive lá, no fundo do poço. O fundo do poço tem mola. A mola depende da sua força de vontade, da sua dedicação, de você procurar ajuda. A gente não pode romantizar a obesidade”, explicou.

“A obesidade é uma das doenças que mais matam no mundo por ano. Você não morre da palavra obesidade, você morre de doenças associadas à obesidade”, alertou o artista.

“Então não ache normal ‘ah, eu tô gordinho, mas eu tô saudável.’ Eu falava isso. Eu até tinha uns exames legais quando eu estava um pouco gordinho, já obeso mórbido até na tabela. E aí em dois meses meus exames mudaram todos e eu estava diabético, com açúcar altíssimo”, revelou.

“Procure um profissional, faça seus exames porque a coisa mais importante que a gente pode ter é a nossa saúde, que é o que vai manter a gente mais tempo aqui com as pessoas que a gente ama”, finalizou.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas