sábado, 18 de maio de 2024
Campo Grande
19°C

Rádio SOUCG

Programa do Governo de MS entrega remédios na porta de casa para 12 mil pessoas em todo o Estado

Atualmente 12 mil moradores de Mato Grosso do Sul recebem medicamentos na porta de casa e de graça. São beneficiários de um programa criado pelo Governo do Estado que funciona como um tipo de ‘disque entrega’. Após o cadastro, equipes percorrem os endereços dos pacientes para o atendimento.

Patrícia Veiga explica o funcionamento do programa (Foto: Marcus Moura)

O programa Remédio em Casa, criado em 2022, entrega medicamentos de uso contínuo e bolsas de colostomia. Ao todo, 135 tipos de medicamentos fazem parte da lista, segundo a SES (Secretaria Estadual de Saúde).

“Nós tratamos doenças crônicas, então são tratamentos prolongados que se tornam muito onerosos aos pacientes. Por isso a gente pode promover a entrega do medicamento mensalmente na casa dele ou no endereço que ele achar mais conveniente”, explica Patrícia Veiga, coordenadora estadual de Assistência Farmacêutica.

Assim que soube da possibilidade de ser receber os remédios para o tratamento de artrite reumatoide em casa e sem custos, Ana Carolina Félix, de 42 anos, se cadastrou.

Estoque onde remédios a serem entregues ficam armazenados (Foto: Marcus Moura)

A prefeitura de Bonito, distante 300 quilômetros de Campo Grande, aderiu ao programa em julho do ano passado e Ana Carolina estava entre as primeiras pessoas a buscar o benefício na cidade onde mora.

“Minha medicação precisa ficar refrigerada e com o programa ela vem bem acondicionada em caixa de isopor com ‘gelox’. Sempre chegou na temperatura adequada e assim que recebo já coloco na geladeira. Pra mim isso é muito bom, pois não preciso me preocupar em buscar com caixa térmica, em ter que voltar logo pra casa pra guardar na geladeira. Posso ficar despreocupada porque até dia 10 minha medicação está em casa”, conta.

Ana Carolina é enfermeira. Antes de se mudar para Mato Grosso do Sul, trabalhava em São Paulo no hospital Albert Einstein, onde recebia a medicação. O diagnóstico da doença veio 15 anos atrás.

Outro beneficiado do programa Remédio em Casa é o pedreiro aposentado Onofre de Souza, de 58 anos, morador de Campo Grande. Ele recebe os medicamentos para tratamento contra o glaucoma. “Como meu pai fala: ‘é uma mão na roda’. A gente não tem que ir longe buscar, é só ligar, marcar o horário que entregam”, elogia.

Para fazer parte do programa é preciso preencher um termo de adesão. O cadastro é feito em unidades de saúde no caso dos moradores do interior de Mato Grosso do Sul e na Casa da Saúde para quem vive na Capital. Basta a apresentação de documento pessoal.

Foto: Reprodução

“Todos os pacientes de todos os municípios podem aderir. Nós temos vários municípios que já têm pacientes cadastrados. Se o paciente solicitar, vai existir a entrega para ele no seu município. Isso é muito importante”, destaca Patrícia Veiga.

O programa não entrega medicamentos controlados que dependem de receita médica a cada retirada. Mais informações pelos contatos (67) 99639-0071 ou (67) 98163-1122.

Danielly Escher, Comunicação Governo de MS
Marcus Moura, Comunicação SES
Foto de capa: Arquivo Pessoal

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas