quinta-feira, 20 de junho de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Prefeitura conclui primeira etapa da entrega de contratos de casas para as famílias da comunidade Mandela no Iguatemi I

Finalizando a primeira etapa da entrega dos contratos das casas para as famílias da comunidade Mandela, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Emha), entregou na tarde desta sexta-feira (07) novos contratos para 38 famílias. Os moradores contemplados passarão a residir na área do Iguatemi I, localizada na Região Urbana do Segredo.

A entrega destes contratos representa um avanço significativo na melhoria das condições de vida dessas famílias, oferecendo-lhes um lar seguro e adequado. A iniciativa está alinhada com os esforços da administração municipal para combater a ocupação irregular e assegurar moradia digna aos cidadãos, reforçando o compromisso com a inclusão social e a qualidade de vida da população.

Durante a entrega, a prefeita Adriane Lopes relembrou que antes mesmo do acidente que desabrigou as famílias do Mandela, o trabalho da habilitação já havia sido iniciado no local. “Muitas famílias já estavam cadastradas e a Prefeitura já estava trabalhando para resolver a situação daquele local e o resultado de todos juntos e empenhados em ajudar e socorrer, é esse que estamos vendo essa semana. Famílias que agora tem um CEP, um lugar seguro para morar”, ressaltou.

A construção das unidades habitacionais iniciou em dezembro de 2023, após uma análise detalhada para selecionar as áreas onde seriam erguidas as moradias. A localização foi escolhida devido à sua proximidade com escolas, Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e postos de saúde, assegurando assim acesso à infraestrutura pública essencial.

Franciele Gabriela Argilar, 28 anos, moradora do Mandela há seis anos, se emocionou ao compartilhar como imagina a vida daqui pra frente para ela e seus dois filhos. “Eu nunca tive uma casa própria, então essa é uma conquista muito grande pra mim. Só de pensar que vou ter um lugar seguro e confortável para criar meus filhos, isso é maravilhoso. Minha expectativa é sempre melhorar, garantir que meus filhos não precisem voltar pro lugar onde eu estive. Quero que eles sempre busquem algo melhor, construam suas próprias vidas e encerre esse ciclo”.

A conclusão das obras estava inicialmente programada para 12 meses, mas devido à rápida resposta e ao esforço da Prefeitura de Campo Grande, as casas serão entregues antes do prazo previsto. As moradias estão sendo construídas por uma construtora credenciada pelo Programa Credihabita, instituído pela Lei n. 6.123 em 9 de novembro de 2018, com um investimento de cerca de R$ 15 milhões em recursos próprios do Município, levando em conta as outras áreas selecionadas que abrigarão as demais famílias.

Regiane Rodrigues de Souza, de 28 anos, foi uma das moradoras que, apesar de não ter tido seu barraco atingido pelo incêndio, também foi contemplada com uma moradia. Isso demonstra o compromisso da Prefeitura de atender todas as 187 famílias da comunidade Mandela. “Passei oito anos no Mandela. Antes, morava de aluguel com meu esposo, até que ele sofreu um acidente e tivemos que nos mudar para a comunidade. Agora, sabendo que estaremos seguros contra a chuva, já estou pensando nos móveis e até em ampliar a casa. Chega de ver telha voando”, brincou.

Cada família beneficiada pagará mensalidades de R$ 185,00 durante 360 meses. A área no Iguatemi I já possui rede de água e esgoto instaladas e os padrões de energia elétrica serão implementados. Com essa entrega, 38 famílias que anteriormente faziam parte de uma das maiores ocupações irregulares de Campo Grande agora têm acesso a moradia segura, adequada e acessível.

Jardim Talismã e José Tavares

Na quarta-feira (05) e quinta-feira (06), a Prefeitura realizou a entrega de 32 contratos de casas para as famílias que serão realocadas no Jardim Talismã e 44 contratos para famílias no bairro José Tavares do Couto. No Jardim Talismã, 11 casas estão praticamente concluídas, aguardando apenas os acabamentos finais e vistorias. As moradias serão entregues às famílias conforme forem finalizadas, garantindo que todos recebam suas novas casas o mais rapidamente possível.

Este processo de entrega faseada permite que as famílias possam se mudar assim que suas residências estejam prontas, minimizando o tempo de espera e oferecendo uma transição mais suave para seus novos lares. A infraestrutura dos locais já está equipada com rede de água e padrões de energia elétrica, assegurando que as famílias tenham acesso imediato aos serviços essenciais ao se instalarem.

Após a conclusão das obras nessas áreas, a Prefeitura dará continuidade à construção das demais unidades habitacionais que atenderão as famílias da comunidade Mandela nas regiões do Iguatemi II e Oscar Salazar. Essas ações refletem o compromisso contínuo da administração municipal em fornecer moradias dignas e seguras para todos os cidadãos, promovendo inclusão social e melhorando a qualidade de vida das comunidades mais vulneráveis.

O diretor-presidente da Emha, Claudio Marques, expressou sua satisfação com a rápida construção das casas. “Ver a evolução dessas moradias sendo erguidas em tempo recorde é extremamente gratificante. Agora essas famílias terão habitação digna.”

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas