domingo, 21 de julho de 2024
Campo Grande
30°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Moradores comemoram retorno da Operação “Guarda em Ação” à região do Anhanduizinho

Teve início nesta sexta-feira (5) a décima segunda semana de atividades da Operação “Guarda em Ação”. Pelos próximos sete dias, a Praça da Cohab, na Região Urbana do Anhanduizinho, localizada entre as avenidas Souza Lima, Agripino Grieco, Pedro Paulo Soares de Oliveira e Muniz Barreto, será o endereço da Base Móvel da Guarda Civil Metropolitana (GCM). Funcionando das 7h às 22h, a base abriga equipes responsáveis pela atuação em rondas preventivas, atendimentos, serviços de apoio como Patrulha Maria da Penha, Trânsito e Patrulha Ambiental, orientação à população com as demandas trazidas por ela, bem como o recebimento denúncias via 153.

A Base Móvel da GCM conta com uma estrutura completa que inclui, além de um ônibus equipado, que oferece condições adequadas para que os guardas possam desempenhar suas funções com eficiência, 4 viaturas de 4 rodas e 6 motos à disposição das equipes do ROMU e GEMOP.

A chegada do aparato foi comemorada por Gidelma Elias Alencar (46), que possui um quiosque onde são vendidos salgados e bebidas. Para a comerciante, a presença da Guarda Civil Metropolitana vai contribuir no fortalecimento da sensação de segurança e oportunizar que os moradores desfrutem da praça com tranquilidade.

“A gente trabalha aqui todos os dias até umas dez e meia, onze horas da noite e a presença da guarda vai ser muito importante no sentido de as pessoas poderem vir para a praça tranquilamente e esse clima familiar se estabelecer nesse espaço”.

Sentimento do qual também comunga o diretor-adjunto da Escola Estadual Teotônio Vilela, Eliardo Faustino Ribeiro da Silva, que fica ao lado da Praça. Para ele, a presença da Guarda Civil Metropolitana vai contemplar também para a comunidade escolar. “Nós temos quase 2 mil alunos nos três turnos e o apoio da Guarda vai nos ajudar bastante, principalmente nos horários de entrada e saída dos estudantes, que é um momento de muita atenção”, pontuou.

A presidente da Associação de Moradores da Cohab, Iracema Cardoso classifica como uma conquista da comunidade o retorno da base à região e fala dos impactos positivos no dia a dia dos moradores trazidos pela presença da GCM nas ruas.

“Ter a base aqui é maravilhoso. Confiamos na Guarda Civil Metropolitana e somos muito gratos pela atuação da corporação, que realiza um trabalho de excelência, combatendo a violência e protegendo a todos nós, moradores”, pontuou.

Atuação elogiada também pela aposentada Ramona Pinto de Souza (60). Moradora do bairro há 40 anos, ela destaca as rondas realizadas pelas equipes da GCM que contemplam o bairro como um todo. “Estamos muito felizes em receber a Base da Guarda que realmente se faz presente no bairro inteiro, patrulhando todas as ruas, não apenas as principais vias, combatendo a marginalidade, a depredação e fazendo com que a gente se sinta mais tranquilo”.

“A Guarda Civil Metropolitana realiza um trabalho estratégico nas sete regiões urbanas da Capital. O Guarda em Ação é uma importante ferramenta que levas as equipes para perto dos moradores, permitindo que apresentem suas demandas, ofereçam denúncias e possibilitem uma atuação eficaz, ao encontro dos anseios da população”, secretário Especial de Segurança e Defesa Social, Anderson Gonzaga.

 

Guarda Presente

Esta é a sexta vez que a base móvel é instalada na região do Anhanduizinho, que é a maior e mais populosa da Capital, com 218,5 mil habitantes. Nas vezes anteriores, a base esteve nos bairros, Alves Pereira, Jardim Los Angeles, Jardim Botafogo, Guanandi e Aero Rancho.

A ação também passou pela região Lagoa, atendendo o Bairro Portal Caiobá e todo o entorno; região Prosa, fixando base nos bairros Jardim Noroeste e Mata do Jacinto; Segredo, alcançando o Bairro Nova Lima e bairros vizinhos; Bandeira, levando a base para o Bairro Maria Aparecida Pedrossian, bem como a região Central, posicionando a estrutura em frente à Morada dos Baís.

Ao todo, as 11 operações já concluídas resultaram em 1.550 pessoas abordadas e orientadas pela Guarda Civil Metropolitana, 11 operações de combate ao furto e receptação de fios e artigos de cobre e metal sem origem legal comprovada, por meio de fiscalizações em ferros-velhos; 11 operações cerol; 11 operações voltadas à Lei-Seca; 35 pessoas encaminhadas à delegacia e 234 atendimentos realizados na base móvel.

 

#pratodosverem   Na matéria há 7 fotos: A primeira, utilizada como capa, mostra parte da equipe da Guarda Civil Metropolitana que atende a região do Anhanduizinho, durante a operação “Guarda em Ação”, acompanhados de moradores e lideranças comunitárias, em frente à base móvel; a segunda imagem mostra dois GCMs, um homem e uma mulher, fardados e posicionados em frente à base; a terceira foto é da comerciante Gidelma Elias Alencar e a filha, no comércio da família; a quarta foto é do diretor-adjunto da Escola Estadual Teotônio Vilela, Eliardo Faustino Ribeiro da Silva; a quinta imagem mostra a presidente da Associação de Moradores da Cohab, Iracema Cardoso; a sexta imagem é da moradora, Ramona Pinto de Souza; a sétima foto é do secretário Especial de Segurança e Defesa Social, Anderson Gonzaga.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas