segunda-feira, 17 de junho de 2024
Campo Grande
22°C

Rádio SOUCG

7ª Conferência Municipal da cidade demonstra o compromisso de campo grande com a gestão democrática

Na manhã deste sábado (8), na Faculdade Estácio, foi finalizada a 7ª Conferência Municipal da Cidade, promovida pela Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb) e do Conselho Municipal da Cidade (CMDU). O evento reuniu 47 entidades credenciadas, contando com 80 participantes, que tiveram direito a voz e voto, e 22 observadores.

Um dos pontos altos da Conferência Municipal foi a aprovação de propostas tanto para a transformação da realidade local quanto para serem encaminhadas à Conferência Estadual, com vistas à Conferência Nacional. Ao todo, os participantes da etapa municipal validaram 12 propostas, seguindo as recomendações do Ministério das Cidades. Entre as propostas aprovadas está a criação de incentivos e benefícios para municípios, empreendimentos e/ou atividades que utilizem técnicas de drenagem sustentável.

“A participação ativa da sociedade civil organizada é essencial para construirmos uma cidade mais inclusiva e democrática. As demandas das pessoas que vivem nas cidades é que darão o tom das conferências estaduais e da conferência nacional. Saímos com propostas que permitirão uma política urbana eficaz e que atenderão as reais necessidades e desejos de todos os cidadãos”, destaca a Diretora-Presidente da Planurb, Berenice Maria Jacob Domingues.

O principal objetivo da conferência foi discutir e construir uma Política de Desenvolvimento Urbano que apontasse caminhos para cidades mais inclusivas, democráticas, sustentáveis e justas socialmente. O evento proporcionou um espaço vital para o debate e planejamento do futuro da cidade, permitindo que os moradores expressassem suas necessidades e contribuíssem de maneira significativa para a melhoria contínua de Campo Grande. 

“Estou muito feliz em ter a oportunidade de estar presente, dialogando, construindo e trabalhando para uma cidade melhor para todos”, comentou a representante do Sindicato dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul, Luciana de Almeida. 

Os delegados municipais também elegeram as 43 entidades que representarão o Município de Campo Grande na 7ª Conferência Estadual das Cidades de Mato Grosso do Sul, que será realizada nos dias 23 e 24 de agosto de 2024. As entidades atuam diretamente na área de desenvolvimento urbano. Estes segmentos incluem gestores e administradores públicos de todas as esferas; movimentos populares; trabalhadores representados por suas entidades sindicais; empresários do setor de desenvolvimento urbano; entidades profissionais, acadêmicas e de pesquisa; conselhos profissionais e organizações não governamentais. A relação completa das entidades eleitas será publicada em Edital em edição do Diário Oficial de Campo Grande. 

Na conferência estadual, além de um novo ciclo de discussões e levantamento de propostas, serão eleitos os delegados que irão participar da 6ª Conferência Nacional das Cidades em Brasília, ainda sem data prevista.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas