terça-feira, 28 de maio de 2024
Campo Grande
10°C

Rádio SOUCG

Rio Grande do Sul deve receber até 300 mm de chuva nos próximos 3 dias

As enchentes que destruíram boa parte do Rio Grande do Sul foram causadas pela quantidade elevada de chuva que atingiu o estado nos últimos dias. Infelizmente, esses volumes devem continuar, ao menos até a próxima segunda-feira (13).

Nesse intervalo, são esperados de 250 mm a 300 mm, principalmente nas partes sul e central gaúchas. As precipitações começam a subir e a atingir Santa Catarina também, mas com menos intensidade. No entanto, recomenda-se atenção às áreas mais sensíveis do estado.

Na parte central do país, incluindo o Sudeste, o tempo fica mais firme. Porém, no Norte, também há previsão de chuva, principalmente em Roraima, com acumulados que podem ultrapassar os 100 mm até a próxima quarta-feira (15). A costa do Nordeste também recebe precipitações, mas em menor quantidade.

Chuva na segunda quinzena

De 16 a 20 de maio, a chuva começa a diminuir no Rio Grande do Sul, ficando concentrada entre a faixa central e norte. Assim, a atenção se volta à Santa Catarina, onde os volumes ficam mais elevados, com ênfase na região do Vale do Itajaí e Norte.

Já no Paraná a quantidade de chuva tende a ser menor. A região central e Sudeste continua sem expectativa de água. Como no período anterior, as precipitações também ficam concentradas no Norte do país.

Municípios gaúchos

As chuvas continuam a castigar municípios do Rio Grande do Sul produtores de soja que estão sofrendo com as enchentes:

  • Tapera: mais de 70 mm para os próximos dias. Expectativa de 14 dias com chuva em um mês, ultrapassando 210 mm;
  • Canoas: cerca de 80 mm até o dia 16 de maio. Esperam-se 13 dias com precipitações, atingindo um acumulado de mais de 200 mm até 10 de junho;
  • Tapes: aproximadamente 80 mm nos próximos cinco dias. Possibilidade de 11 dias com chuva em um mês, totalizando 200 mm.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas