sexta-feira, 24 de maio de 2024
Campo Grande
20°C

Rádio SOUCG

Preços da soja sobem no Brasil? Confira cotações de hoje

O mercado brasileiro de soja apresentou dois momentos nesta quarta-feira: pela manhã, houve boas movimentações; à tarde, os negócios ficaram travados.

No início do dia, Chicago e o dólar subiram, dando suporte aos preços domésticos. Posteriormente, a bolsa de referência e a moeda norte-americana reverteram.

Os preços ficaram estáveis a mais altos no dia.

Confira os preços da saca de soja no Brasil hoje

  • Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 125 para R$ 127.
  • Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 124 para R$ 126 a saca.
  • No Porto de Rio Grande, o preço aumentou de R$ 135 para R$ 136 a saca.
  • Em Cascavel, no Paraná, a saca manteve-se em R$ 127.
  • No porto de Paranaguá (PR), o preço cresceu de R$ 134 para R$ 135.
  • Em Rondonópolis (MT), a saca valorizou-se de R$ 121 para R$ 122.
  • Em Dourados (MS), o preço cresceu de R$ 119,50 para R$ 121 a saca.
  • Em Rio Verde (GO), a saca estabilizou em R$ 119.

Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quarta-feira com preços mais baixos para o grão e farelo, e cotações mais altas para o óleo. Em uma sessão volátil, durante a maior parte do dia, o mercado buscou suporte em um novo movimento de cobertura de posições vendidas por parte de fundos e na forte desvalorização do dólar frente a outras moedas. No final da sessão, porém, predominaram os esmagamentos abaixo do esperado, com o grão revertendo para o território negativo.

A Associação Norte-Americana dos Processadores de Óleos Vegetais (NOPA) informou que o esmagamento de soja atingiu 166,034 milhões de bushels em abril, ante 196,406 milhões no mês anterior. A expectativa do mercado era de 183,072 milhões. Em abril de 2023, foram 173,232 milhões de bushels.

A Associação indicou ainda que os estoques de óleo de soja americanos em abril somaram 1,755 bilhão de libras, ante o esperado de 1,882 bilhão. No mês anterior, foram 1,851 bilhão de libras. Em abril do ano passado, ficaram em 1,957 bilhão de libras.

Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 180.000 toneladas de soja para destinos não revelados. Do total, 120.000 toneladas serão entregues na temporada 2023/24 e 60.000 toneladas na safra 2024/25.

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com baixa de 1,00 centavo de dólar, ou 0,08%, a US$ 12,13 1/2 por bushel. A posição de agosto teve cotação de US$ 12,16 1/4 por bushel, com perda de 2,00 centavos ou 0,16%.

Nos subprodutos, a posição de julho do farelo fechou com queda de US$ 1,60 ou 0,42%, a US$ 371,70 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em julho fecharam a 43,55 centavos de dólar, com alta de 0,15 centavo ou 0,34%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,09%, sendo negociado a R$ 5,1353 para venda e a R$ 5,1333 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,1208 e a máxima de R$ 5,1718.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas