terça-feira, 28 de maio de 2024
Campo Grande
11°C

Rádio SOUCG

Governo flexibiliza regras para produção de alimentos no RS

A medida, segundo o governo, tem o objetivo de apoiar o setor, que enfrenta perdas econômicas significativas devido a calamidades públicas em diversos municípios, e garantir a continuidade do fornecimento de alimentos à população.

A autorização permite que animais abatidos em serviços de inspeção municipal, que não fazem parte do Sisbi-POA, sejam processados em unidades que integram o sistema e recebam a rotulagem com o selo do Sisbi.

“Por exemplo, um animal abatido em um serviço de inspeção municipal que não integra o Sisbi-POA poderá, neste momento, ser industrializado em uma unidade com Sisbi e, assim, transformado em um embutido que pode utilizar na sua rotulagem o selo do Sistema Brasileiro de Inspeção, atestando a qualidade deste produto”, explica o secretário de Defesa Agropecuária, Carlos Goulart.  

Os fornecedores de matérias-primas devem manter condições higiênico-sanitárias adequadas e realizar inspeção ante e post-mortem conforme os critérios do Decreto n° 9.013/2017.

Os estabelecimentos processadores, por sua vez, devem garantir o controle de recebimento de matéria-prima, rastreabilidade e produção.

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, afirmou que o governo está comprometido em apoiar o Rio Grande do Sul, embora ainda seja difícil quantificar os prejuízos.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas