quinta-feira, 25 de julho de 2024
Campo Grande
25°C

Rádio SOUCG

  • ThePlus Audio

Banco do Brasil desembolsa R$ 230 bilhões na safra 2023/24

O Banco do Brasil (BB) desembolsou R$ 230 bilhões em recursos para financiamentos ao agronegócio na safra 2023/24, encerrada no último domingo (30). O valor supera em 22,34% o total liberado pelo banco público na temporada anterior, de R$ 188 bilhões. Os números foram compartilhados pela presidente do banco, Tarciana Medeiros, em publicação em rede social.

Na safra 2023/24, o banco realizou 635 mil operações de investimento e custeio, sendo mais da metade para a agricultura familiar, também acima das 590 mil operações contratadas na temporada anterior. De acordo com a publicação de Tarciana, o Banco concedeu R$ 23 bilhões em crédito para a agricultura familiar, aumento de 4% em relação à safra anterior.

“Foram lançados os Planos Safra da Agricultura Familiar e da Agricultura Empresarial. Os números demonstram o quanto o trabalho no campo é prioridade para o governo brasileiro. E, no ano safra que se inicia nesta semana, faremos muito mais”, afirmou Tarciana, destacando o lançamento ontem (3) do Plano Safra 2024/25.

O balanço completo da atuação do BB na safra 2023/24 e as expectativas para a safra 2024/25 serão apresentados nesta sexta-feira, 5, em live. “Continuaremos também sendo o maior parceiro do médio produtor, das agroindústrias, e das cooperativas apoiando os negócios em todas as fases da cadeia produtiva”, acrescentou Tarciana.

Em nota, o BB informou que ultrapassou mais de R$ 13 bilhões em propostas acolhidas nas feiras agropecuárias e no circuito de negócios no primeiro semestre deste ano. O volume de negócios é recorde no período e 51% superior ao registrado no primeiro semestre do ano passado. “As feiras e os eventos do Circuito Agro do BB intensificam nossa presença junto aos produtores, reforçando nosso apoio com crédito aos agricultores de todos os portes no país”, disse Tarciana, na nota.

“Essa atuação integrada e o amplo portfólio de produtos e serviços se junta à nossa presença em mais de 96% dos municípios brasileiros, com atuação fígital (física + digital)”, reforçou o vice-presidente de Agronegócios do banco, Luiz Gustavo Braz Lage.

Fonte

Enquete

O que falta para o centro de Campo Grande ter mais movimento?

Últimas